Pulso aberto: tempo de recuperação e como tratar?

Uma das perguntas mais frequentes sobre pulso aberto tempo de recuperação é se é algo demorado ou é possível retornar às atividades normais mais rapidamente.

Na verdade, quando se fala de pulso aberto, isso envolve uma variedade de lesões ou tendinite, ou seja, não se trata de uma doença específica.

O ideal é consultar um especialista de mão, a fim de dar o diagnóstico correto e orientar quanto ao melhor tratamento.

Para te ajudar a entender tudo sobre pulso aberto, selecionamos aqui as dúvidas mais comuns, desde os sintomas e tempo de recuperação até qual médico das mãos especialista procurar.

O que é pulso aberto?

Em primeiro lugar, antes de entender sobre pulso aberto tempo de recuperação, é importante saber que para permitir os movimentos de força e apreensão da mão, diversos músculos se inserem nos ossos do pulso e da mão.

Além disso, há a presença de várias articulações, que também podem causar uma série de patologias.

Portanto, o pulso aberto pode envolver uma série de lesões ligamentares e/ou ósseas, o que provoca uma instabilidade do pulso e dor, no entanto, não significa uma doença em si.

Pulso aberto quais as causas?

Como já foi dito, o pulso aberto é um termo popular para representar uma variedade de lesões na altura do punho.

Entre as principais causas, podemos destacar:

  • Lesão por esforço repetitivo;
  • Entorses decorrentes de traumas, quedas ou pancadas.
  • Síndrome do túnel do carpo.

Apenas o ortopedista especialista em mão Unimed será capaz de determinar a causa do pulso aberto e assim, indicar o tratamento para cada caso.

Quais os sintomas de pulso aberto?

O sintoma mais característico de pulso aberto é uma dor no momento de pegar um objeto  ou quando você faz um grande esforço com a mão, mas também pode vir acompanhado de outros sintomas:

  • Maior sensibilidade do punho;
  • Dor mais intensa ao realizar determinados movimentos;
  • Diminuição da força da mão;
  • Inchaço e edema;
  • Formigamento dos dedos e perda de sensibilidade;
  • Instabilidade.

Dependendo da intensidade dos sintomas, o pulso aberto tempo de recuperação poderá ser maior ou menor.

Como é o diagnóstico para pulso aberto?

Se você perceber alguns dos sintomas listados acima, é essencial procurar um ortopedista especialista em mão para fazer o diagnóstico.

Além do exame clínico, o médico normalmente solicita exames complementares, para ter uma visão mais detalhada de todas as estruturas.

Por exemplo, através da radiografia, o ortopedista pode avaliar a integridade dos ossos, e por meio da ressonância magnética, visualizar melhor as articulações e ligamentos.

Somente após o diagnóstico é que é possível ter uma noção melhor sobre pulso aberto tempo de recuperação.

Pulso aberto como tratar?

O tratamento vai depender da causa do problema, o que por sua vez vai determinar o pulso aberto tempo de recuperação.

Por exemplo, no caso de uma queda ou trauma, geralmente recomenda-se uma imobilização, repouso, e o uso de anti-inflamatório e analgésicos.

Já se for decorrente de movimentos repetitivos, além da imobilização, provavelmente  o médico pode prescrever uma fisioterapia e aplicação de gelo.

Vale lembrar que, no caso de lesões mais graves, talvez seja necessária uma cirurgia, especialmente para evitar problemas mais sérios, como a artrose.

Felizmente, as técnicas cirúrgicas estão muito avançadas e minimamente invasivas, o que se traduz por uma recuperação de pulso aberta muito mais rápida.

Pulso aberto tempo de recuperação?

Na verdade, quando se trata de pulso aberto tempo de recuperação, esse período é bastante variável, em função do tipo de tratamento e da causa do problema.

Após o período de imobilização, que dura aproximadamente de 4 a 6 semanas, é necessário fazer fisioterapia, a fim de recuperar a mobilidade.

Por exemplo, quanto ao retorno às atividades, isso também vai variar, muito em razão do tipo de atividade que o paciente exerce, podendo ser de 6 a 8 semanas.

Agora, no caso de atletas, recomenda-se um período maior, de 4 a 6 meses.

Por outro lado, se a lesão não for muito séria e se você seguir todas as recomendações do seu médico, esse tempo de recuperação poderá ser menor.

Qual médico procurar para pulso aberto?

Se você tiver sentindo instabilidade, dor e perda de força no punho, o melhor a fazer é procurar um médico ortopedista especialista em mão.

Em suma, isso porque, é um profissional capaz de diagnosticar assertivamente o que pode estar causando o problema do pulso aberto e indicar o tratamento adequado.

Então, lembre-se que o melhor é começar a tratar o quanto antes, pois assim, o pulso aberto tempo de recuperação será bem mais rápido!